Páginas

quinta-feira, 1 de março de 2012

GRATIDÃO UM INGREDIENTE ESSENCIAL NA NOSSA VIDA.


“Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Yeshua Há’Mashiach para convosco.” 1 Tessalonicenses 5:18

O Eterno se alegra com a gratidão, quanto mais agradecido você for mais benefício obterá, não só benefício material, mas benefício nos relacionamentos, nos lugares, e experiências que tornam a nossa vida maravilhosa e boa de ser vivida.
O Eterno é um doador generoso, abundante, e que gosta de ser reconhecido.
Pense na maneira como se sente quando dá um presente a um filho, se o filho olha para o presente e seu rosto mostra descontentamento, ou então ele diz: “Oh, ele não é do tamanho que uso, ou a cor não é a de minha preferência, ou nunca uso uma coisa como esta”, pode ter certeza que você não ficará muito disposto a presenteá-lo novamente. No entanto, se seus olhos brilharem de satisfação e ele ficar satisfeito e agradecido, todas as vezes que você encontrar algo de que ele goste, terá vontade de presenteá-lo, mesmo que não o faça. Assim também é o Eterno.

A falta de gratidão ou as queixas dão poucos motivos para que nos regozijemos, os que vivem se queixando sempre acham que tem poucas coisas boas em suas vidas, ou então não usufruem o que tem. Muitos de nós fomos educados para olhar apenas para o que não temos e sentir a falta destas coisas, se acreditarmos que “Eu não tenho e não serei feliz até que tenha”, estaremos sempre insatisfeito e infeliz.
Apartir do momento que agradeço e fico feliz com o que tenho, agrado ao Eterno e consigo ver quantas bênçãos recebo todos os dias.

“Não cesso de dar graças a Deus por vós, lembrando-me de vós nas minhas orações” Efésios 1:16


As brachot são louvores à D’us por ter criado um mundo de infinitas maravilhas e possibilidades.
A gratidão é um fator muito importante na qualidade de vida de uma pessoa, quando agradecemos as pequenas coisas que recebemos, as coisas grandes surgem em nossa vida de fontes inesperadas. Então se a vida não está indo bem para você, este fato pode ser devido àquela atitude de gratidão que precisa de um ajuste amoroso, esteja mais disposto a agradecer, também esteja mais disposto a dar. Quanto mais gratos e quanto mais você der, mais bênçãos virão ao seu encontro.
A gratidão não é resultado das coisas que acontecem conosco, ela é na verdade uma atitude que cultivamos com a prática, quanto mais gratos somos, mais encontraremos coisas as quais devemos ser gratos.
A gratidão é um excelente modo de desviar minha concentração das situações negativas e colocar minha atenção no que é positivo.
Ser grato àquelas pessoas que achamos que nos magoaram pode ser mais difícil, embora seja muito eficiente para curar as mágoas do passado, isto se chama gratidão incondicional, significa que sentimos gratidão por todos, independente de acharmos se uma determinada pessoa merece ou não que sejamos gratos a ela. Sempre posso encontrar algo acerca de cada pessoa que me sinta agradecido, devo deixar de lado meus planos e desejos de como acho que elas deveriam agir, e procurar pensar numa boa qualidade que possuam, tais qualidades que encontre podem até não ser do meu agrado, enfim, são qualidades das quais, outra pessoa poderia gostar.

A gratidão traz liberdade para a prisão de ódio e vingança que impomos aos outros e a nós mesmos.
A gratidão incondicional, em vez de controlar a situação, liberta da tensão e do sofrimento – substitui a frustração pela sensação de paz, alegria e felicidade.
Você não pode ser grato e infeliz ao mesmo tempo, é impossível emocionalmente fazer as duas coisas ao mesmo tempo.

“Quando seguimos nosso caminho na vida com um obrigado nos nossos corações, um obrigado em nossas mentes e um obrigado em nossos lábios, qualquer medo que possamos estar sentindo desaparece e a pureza do amor reaparece.”

“Mas devemos sempre dar graças a Deus por vós, irmãos amados do Senhor, por vos ter Deus elegido desde o princípio para a salvação, em santificação do Espírito, e fé da verdade” 2 Tessalonicenses 2:13

Fonte: Gratidão, um estilo de vida. Autora Louise l. Hay.

Palestra ministrada na CINA Caxias do Sul pela chaverá Naomi

Nenhum comentário: